A cidade de São Paulo está dando os primeiros passos para a cobrança de impostos sobre serviços como Netflix, Spotify e outros. Foi encaminhada pelo gabinete do prefeito João Dória à Câmara Municipal da cidade uma proposta de lei que normatiza a cobrança do ISS (Imposto Sobre Serviços) para plataformas de streaming. A taxação deve ser de 1,09% em relação ao valor contratado.Continue reading

A Uber aceitou nesta terça-feira (15) um acordo com a Comissão Federal de Comércio dos Estados Unidos para rever sua política de privacidade em relação a clientes e motoristas. Com a decisão, a investigação que estava em andamento sobre essa questão será encerrada.

A empresa havia declarado inicialmente que monitorava o acesso de funcionários a dados de clientes e motoristas. Mas a Comissão de Comércio alegou na denúncia que os procedimentos não estavam sendo cumpridos.

A Uber desenvolveu, em dezembro de 2014, um sistema que monitorava os acessos aos seus dados. Dessa forma, a empresa teria condições de informar se alguém estava recolhendo informações privadas e confidenciais. Mas esse programa foi interrompido há menos de um ano e a fiscalização deixou de ser feita.

Esse era o ponto da denúncia da Comissão de Comércio. O acordo encerrou a investigação e determinou algumas medidas que a empresa terá que tomar. Uma delas exige a implantação de um programa de privacidade, cujas auditorias devem ser enviadas à Comissão. Outra medida determina que a Uber não pode adulterar o acesso às informações pessoais dos usuários que estão armazenadas, como também tem que assegurar esses dados.

Fonte: Reuters

Uma nova startup está prometendo oferecer aulas de inglês através do Messenger do Facebook. A ideia é da DATA H, nova empresa que atua na pesquisa e desenvolvimento de tecnologias de inteligência artificial. De acordo com ela, o serviço, batizado de Mr. Turing, utiliza de técnicas de educação adaptativa para alimentar um bot para oferecer aulas personalizadas, baseadas no nível de conhecimento de cada aluno.

“Quem já fez aulas de inglês sabe que cada um tem seu ritmo e agendar aulas particulares para quem não tem muito tempo é sempre um problema. Isso sem contar a vergonha de falar errado ou cometer gafes ao praticar um novo idioma. As aulas de inglês com o Mr. Turing facilitam tudo isso a um custo muito baixo”, explica Marco Aleixo, desenvolvedor responsável pela ferramenta.

Com a utilização de machine learning, o bot é capaz de reorganizar e adaptar o conteúdo das aulas com base no desempenho de cada pessoa. A proposta desse sistema de aprendizado é que o aluno reduza, de forma gradativa, a utilização de palavras em português durante as conversas por texto.

Mas, o Mr. Turing não se limita apenas ao que é digitado, pois o serviço também possui suporte ao envio de mensagens de áudio para treinar a pronúncia do usuário, que é essencial para desenvolver a habilidade de conversação.

Para mais detalhes, visite a fanpage do Mr. Turning, clicando neste link.

Via: DATA H

A gigante americana do e-commerce Amazon se agigantou ainda mais em 2016, realizando mais de 110 mil novas contratações nos últimos doze meses, revelou a empresa em seus resultados trimestrais divulgados nesta semana.

Com as novas contratações, a empresa contabiliza hoje mais de 341 mil funcionários ao redor do mundo, o que se devem, em grande parte, aos seus vários centros de distribuição espalhados pelo globo. Há cinco anos, a companhia tinha pouco mais de 32 mil funcionários.

Falando sobre a infraestrutura da empresa, Brian Olsavsjy, CFO da Amazon, afirmou que a companhia abriu 26 novos armazéns só no último ano, aumentando sua capacidade de entrega e atendimento em 30%. Só em sua sede global, em Seattle, nos Estados Unidos, a empresa emprega cerca de 25 mil funcionários.

“Tenha em mente que estamos adicionando à capacidade de entrega da Amazon e também construindo equipes em torno do Echo, Alexa, AWS, Prime Video e em muitos benefícios Prime que você vê. Mas o fator predominante ainda é o número de funcionários em nossa área de atendimento”, afirmou o executivo.

Ainda mais impressionante, no entanto, é que o crescimento da empresa ainda não dá sinais que desaceleração. Há duas semanas, a Amazon já havia anunciado que tem planos de criar 100 mil novas posições nos Estados Unidos nos próximos 18 meses, desde a área de desenvolvimento de software até logística de armazenamento. Com o recrutamento, a varejista deverá aumentar sua força de trabalho em tempo integral no país em mais de 50%, para mais de 280 mil funcionários.

Via: Geek Wire

No computador, estamos acostumados a passar boa parte do tempo acessando vários sites diferentes. No smartphone, o foco é mais em aplicativos, o que vem mudando ao longo do tempo por conta dos web apps — páginas da web que imitam um aplicativo, seja com um ícone em sua home screen, com o envio de notificações, ou uso dos sensores (GPS, por exemplo) do seu dispositivo.

Ainda que uma separação entre web e aplicativo seja bem visível, o Google está querendo mudar isso com testes no Chrome Canary para Android. Em uma atualização no projeto de Progressive Web Apps, que integra mais os web apps ao Android, o Google anunciou novidades interessantes que dão mais “cara de aplicativos” a sites da web.

Agora, quando um usuário adicionar um web app à tela inicial, ele também aparecerá na gaveta de aplicativos. O comportamento também será parecido, como mostra o gif abaixo, já que você pode arrastar o ícone para cima e ver informações como uso de dados e notificações, assim como um app comum. Observe que a tela de carregamento também é igual a de um aplicativo nativo do sistema.

Outros ajustes menores foram feitos para integrar melhor o web app. Se você tocar e segurar nas notificações de um aplicativo web, por exemplo, terá acesso às configurações de notificação do Android — e não aos ajustes do Chrome, como acontece hoje. Sem contar que agora o web app pode abrir um link que vem de outro aplicativo, assim como o app Twitter abre quando você clica num link do Twitter. Legal, né?

Como explica o Android Police, para testar a ferramenta, basta baixar o Chrome Canary no Google Play, abrir chrome://flags, procurar por #enable-improved-a2hs e ativar a opção. Depois é só reiniciar o aplicativo e abrir um desses Progressive Web Apps listados aqui. Quanto tempo até esse recurso chegar no Chrome estável?